Stephen Kaung – Reunidos em Seu Nome

20 jan

A explicação mais simples do que é a Igreja está em Mateus 18:20: “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou nomeio deles”. Dois ou três reunidos – pluralidade. Em torno de quem se reúnem? Estão congregados para O Senhor Jesus. Estão reunidos em Seu Nome, o Nome que está acima de todo nome, e a esse Nome todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus Cristo é Senhor.

Infelizmente, o povo de Deus hoje não se reúne em torno desse Nome maravilhoso e sem par. Pelo contrário, muitos entre o Seu povo congregam-se em torno do nome de algum grande homem de Deus. Sem dúvida, respeitamos tais homens. Agradecemos a Deus por Martinho Lutero, mas devemos nos reunir sob o nome dele? Respeitamos João Wesley. Deus o usou poderosamente e temos recebido boa herança dele, mas nem por isso nos congregamos no nome de Wesley. Temos também uma boa opinião sobre Simão Menno, mas será que nos reunimos no nome de Menno?

Muitos se reúnem em torno de uma forma, uma organização. Cremos, de fato, no presbiterato, mas estamos por acaso nos reunindo no nome dos presbiterianos? Cremos que devemos nos congregar, mas em nome dos congregacionalistas?

Algumas pessoas se congregam em torno de uma verdade ou doutrina. Cremos nessas verdades. Não cremos em heresias, mas sim nas verdades. De fato, é verdade que alguns até se reúnem em torno de heresias, mas muitos se congregam em torno de alguma verdade. Cremos que aqueles que creem devem ser batizados, mas será que nos reunimos no nome dos batistas? Acreditamos em santidade, mas estamos porventura congregados em torno da santidade?

Leia também  A. W. Tozer - Como provar os espíritos

Alguns se reúnem também em torno de uma experiência cristã. De fato, cremos em todas essas experiências cristãs. Acreditamos no Pentecostes, mas será que nos reunimos em torno do nome dos pentecostais? Cremos nos dons do Espírito Santo (carisma), mas será que estamos reunidos no nome dos carismáticos?

O problema hoje é que o povo de Deus se reúne em torno de nomes, por isso está dividido. A Palavra de Deus nos diz que precisamos reunir-nos em Seu Nome. Há apenas um Nome debaixo do céu pelo qual podemos ser salvos e é apenas nesse Nome que devemos nos reunir. Portanto, se o povo de Deus se reunir em torno desse Nome, e apenas desse Nome, ele será unido, não estará espalhado e não haverá confusão.

Por que nos reunimos assim? É porque não nos identificaremos com nenhum outro nome além do Nome incomparável do nosso Senhor Jesus. Cremos que Seu Nome é suficiente para nós e que é tudo de que precisamos. Não queremos ser chamados por nenhum outro nome além do Nome do nosso Senhor Jesus. E fazendo desse modo, cremos que somos um com nossos irmãos e irmãs. Não estamos divididos, não somos causa de confusão.

Mas o que significa estar reunidos em Seu Nome? Seu Nome não é apenas um título. Podemos denominar-nos a Igreja de Cristo. Bem, estamos sob Seu Nome, mas Seu Nome não é apenas um título. Podemos também chamar-nos a Assembleia de Deus. Estamos sob Seu Nome, mas este não é um título apenas. Seu Nome fala de Sua presença, pois a Bíblia diz que onde dois ou três estão reunidos em Seu Nome, ali Ele está no meio deles. Em outras palavras, onde Seu Nome é honrado, ali está Sua presença. Quando nos congregamos em Seu Nome, significa que nos colocamos debaixo de Sua autoridade. Permitimos que Ele seja o Cabeça sobre todas as coisas e para a Igreja.

Leia também  Watchman Nee - O que é a obra de Deus?

Em outras palavras, consideramos Cristo como nosso Cabeça e pelo fato de retermos firmemente o Cabeça, todo o corpo é servido e mantido unido. Esse é o significado de reunir “em Seu Nome”. Podemos clamar pelo Seu Nome, usar Seu Nome, no entanto seguir nosso próprio caminho.

Lembremo-nos de que em Mateus está escrito que pessoas virão a Ele no último dia e dirão: “Senhor, Senhor, não expulsamos demônios em Teu Nome, não fizemos porventura isto e aquilo em Teu Nome?,” e o Senhor dirá: “Iníquos, não vos conheço”. Por quê? Porque não fizeram a vontade de Deus (Mt 7:21-23).

(Extraído do livreto “Por Que Nos Reunimos Assim?”, Editora dos Clássicos, 2014.)

Stephen Kaung

Stephen Kaung é um obreiro, conferencista e escritor cristão que vive em Richmond, Virginia, EUA. No início dos anos 1930, juntou-se com Watchman Nee em ministério de tempo integral na China. Em 1952, mudou-se para Nova Iorque. Nos anos 1960, ele trabalhou junto a T. Austin-Sparks. O Senhor o tem usado tremendamente em várias partes do mundo. Ele promoveu a publicação de mais de 50 obras de Watchman Nee para o inglês. Hoje, com mais de 102 anos, Stephen Kaung continua servindo ao Senhor no ministério da Palavra.

Comentários