T. A. Sparks – O Resultado da Perda da Visão Espiritual

30 set

Colírio

Theodore Austin-Sparks (1888-1971)

Agora chegamos àquela palavra final. Perder a visão espiritual é perder a característica sobrenatural da vida espiritual, e isso produz a situação de Laodicéia. Se você buscar entrar no âmago dessa questão, esse estado de coisas representado por Laodicéia, nem quente nem frio, o estado que leva o Senhor a dizer: “Vomitar-te-ei da minha boca“, e se você disser: “Por que é assim? O que está por trás disso?”, só uma coisa responde: a característica sobrenatural foi perdida e desceu para a terra; é algo religioso, mas saiu do seu lugar celestial.

E então, podemos ver, vem a reação correspondente aos vencedores em Laodicéia: “Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono“. Você desceu bastante em seu caminho para a terra e perdeu sua característica celestial. Todavia, para os vencedores no meio de tais condições há um lugar acima, mostrando o pensamento do Senhor contra esta condição.

Perder a visão espiritual é perder a característica sobrenatural da vida espiritual. Quando isso termina, não importa quão religioso você seja, o Senhor tem apenas uma palavra a dizer: compre colírio; essa é a sua necessidade.

(Extraído do clássico Visão Espiritual, publicado pela Editora dos Clássicos).

Visão Espiritual

T. Austin-Sparks

Theodore Austin-Sparks (1888-1971) nasceu na Inglaterra, foi evangelista e conferencista adenominacional. Seu ministério influenciou mundialmente muitas lideranças no cristianismo, como Watchman Nee, por exemplo. Sparks recebeu influência principalmente de George Campbell Morgan e Jessie Penn-Lewis. T. Austin-Sparks em sua época foi duramente perseguido pelos religiosos, contudo ainda assim recebeu graça para restaurar muitas verdades bíblicas que na época não eram ouvidas, como o fato de a igreja ser o corpo de Cristo, por exemplo.

Leia também  Watchman Nee - Como está seu coração?

Comentários