Nasce a Série Contemporâneos

31 jan

Nasce a Série ContemporâneosAo estudarmos com cuidado as Escrituras, constatamos que Deus tem um propósito bem definido: fazer todas as coisas convergirem em Cristo, para que Ele seja cabeça e conteúdo de tudo. Toda Sua obra, ao longo dos séculos, é o desenvolvimento progressivo desse propósito. Em Gênesis temos a semente, nos profetas seu cultivo, nos evangelhos seu fruto, que é Cristo, em Atos e nas Epístolas a multiplicação do fruto na Igreja e em Apocalipse a colheita (Cristo glorificado nos Seus santos).

Deus sempre encontrou homens fiéis e por meio deles pôde levar Seu propósito adiante, de modo que cada geração procurou ser fiel ao Seu momento. Agora, estamos no tempo final que antecede a vinda de Seu Filho e nossa responsabilidade aumenta ainda mais como herdeiros de tudo que Ele conquistou ao longo dos séculos. Deus trabalhou pensando no fim, na colheita final.

Louvamos a Deus por recebermos a contribuição de muitos dos Seus servos do passado. No entanto, corremos o risco de nos prender ao que Ele fez no passado e ignorar o que está fazendo agora, de supervalorizar Seus servos do passado e menosprezar os que Ele usa no presente. Saber o que Ele fez nas gerações passadas é nossa obrigação, mas não saber o que está fazendo hoje seria nossa cegueira; estaríamos atrasados quanto ao progresso da Sua obra. Herdar o que Deus fez ao longo da história é nossa riqueza e glória, mas não sermos responsáveis com essa herança no presente seria nossa pobreza e reprovação.

A glória dos servos do Senhor no passado foi preparar os santos e novos ministérios para levarem adiante a Sua obra, de maneira que o rio da revelação divina que procede do Seu trono pudesse permear todos os recônditos da Terra. No entanto, sempre que essa responsabilidade foi ignorada pela geração dos mais velhos, a geração dos mais novos foi enfraquecida, o fluir do Espírito foi estancado e a obra de Deus sofreu danos.

Leia também  Roujet Fuchs - Bíblia de estudo mais influente do século passado

Com o encargo de valorizar o que Deus tem feito em nosso tempo e cooperar com o ministério da Palavra atual é que a Editora dos Clássicos está iniciando a Série Contemporâneos.

Com essa série o Senhor também nos desafia a nos unirmos a Ele para vencermos dois “gigantes” que tanto transtornam a edificação da Igreja como Seu Corpo: “Não há profeta sem honra, senão na sua terra, entre os parentes e na sua casa” (Mc 6.4); o etnocentrismo espiritual, um espírito de engano que não apenas promove exclusivismo sectário como também a crença na supremacia do seu grupo étnico, a autodestruição pelo isolamento e o ataque aos que pensam diferente. Que possamos, assim, valorizar os obreiros contemporâneos, bem como sermos complementados e enriquecidos com as diversidades de contribuições no amplo Corpo de Cristo.

Entregamos nas mãos do Senhor esta Série Contemporâneos e oramos para que, em Sua providência, possamos publicar novas obras com real valor espiritual e promover novos
autores contemporâneos.

Pelos interesses de Cristo,

Gerson Lima
Editor
Monte Mor, 20 de setembro de 2012

► Ver livros de Gerson Lima
Gerson Lima

Editor da Editora dos Clássicos.

Comentários